terça-feira, 26 de julho de 2011

Dilma defende desconcentração econômica para desenvolver NE

Gazeta de Notícias - BRASÍLIA (Reuters) - A presidente Dilma Rousseff defendeu nesta segunda-feira a desconcentração econômica para o desenvolvimento do Nordeste, principal alvo do programa de erradicação da miséria do governo federal.

"Nós temos consciência que não haverá desenvolvimento brasileiro como nação se não houver um processo de desconcentração econômica, logística, de recursos hídricos, energética", disse Dilma, durante assinatura do Pacto pela Erradicação da Miséria, em Arapiraca (AL).

"Mas, sobretudo, se isso não acarretar num processo efetivo de desconcentração de renda e distribuição dessa renda para as camadas regionalmente mais pobres."

Promessa de campanha de Dilma, o Brasil sem Miséria é a principal bandeira social do governo e pretende retirar 16,2 milhões de brasileiros da situação de extrema pobreza em que vivem. Segundo a presidente, desse total, 9,6 milhões de pessoas estão no Nordeste.

"Se nós quisermos desenvolver o Brasil, se nós quisermos que o Brasil dê um salto significativo, nós precisamos fazer com que este salto comece aqui no Nordeste do país", disse.

Dilma se reuniu com os nove governadores da região. No encontro foi assinado pacto que formaliza apoio para a implantação das ações do programa Brasil sem Miséria na região.

Para atender à demanda do Nordeste, o governo irá ampliar o acesso à água na zona rural do semiárido, aumentar o incentivo à produção da agricultura familiar e a oferta de serviços de saúde.

"Só se pode desenvolver países como o nosso se nós tivermos uma proposta de inclusão social que seja também uma proposta de inclusão produtiva e que seja também uma proposta de inclusão cidadã", afirmou.

(Por Hugo Bachega)
Postar um comentário

Títulos mais acessados