quarta-feira, 10 de junho de 2015

Declaração à imprensa da presidenta da República, Dilma Rousseff, após reunião com o primeiro-ministro da Bélgica, Charles Michel

Bom dia a todos vocês.
Eu queria dizer que nós tivemos hoje, nesta manhã, uma reunião muito produtiva. Nessa oportunidade que nos deu a reunião, o encontro entre os países da Celac e da União Europeia.
O Brasil tem uma relação muito importante e estratégica com a Bélgica. A Bélgica e as empresas belgas, elas têm uma presença muito forte no Brasil em várias áreas. E ao mesmo tempo nós temos uma relação comercial que importa desenvolver. Vivemos, e trocamos ideias a respeito desse momento em que o mundo atravessa, no qual o fim do superciclo das commodities e a necessidade de se ampliar a cooperação econômica, o comércio internacional e ampliar os investimentos. Discutimos sobre algumas áreas que são importantes para ambos os países. O Brasil acaba de lançar um grande plano de concessão em investimentos em logística.  As empresas belgas estão no Brasil em algumas áreas e têm grandes expertises na área de portos, na área de infraestrutura em geral. Então, para nós é muito importante que essa relação se expanda. E ao mesmo tempo também definimos com sendo muito importante para nós, para ambas as economias a cooperação na área de agricultura.
Eu disse ao primeiro-ministro que o Brasil e o Mercosul estão em condições de apresentar suas ofertas comerciais para a União Europeia e acredito que isso possa ocorrer nos próximos dias ou meses. E esperamos que, da mesma forma, essa questão evolua de forma satisfatória do ponto de vista da União Europeia.
Ao mesmo tempo, agradecemos a parceria que a Bélgica tem tido conosco no que se refere ao programa Ciência sem Fronteiras, no qual os estudantes que buscam em universidades de alto nível para fazer seus estágios e suas bolsas, encontraram aqui na Bélgica um local e um acolhimento muito especial.
Então, agradeci por eles. E, ao mesmo tempo, nos propomos a expandir essa relação. Expandir essa relação, inclusive, acrescentando de forma maior a essas bolsas, estágios. Estágios nas empresas, tanto aquelas que estão no Brasil como nas próprias brasileiras que aqui investem.
Também discutimos sobre relações geopolíticas, trocamos ideias a respeito. Eu me congratulei pela abertura das relações entre Estados Unidos e Cuba, que encerram a Guerra Fria na América Latina e no Caribe. E também discutimos um aspecto importante, porque eu disse ao primeiro-ministro que nós teremos uma reunião dos Brics no qual vamos lançar tanto as diretorias e os conselhos de administração do Banco dos Brics, assim como vamos dar prosseguimento e concretizar o Acordo Contingente de Reservas.
Basicamente, eu agradeço imensamente a recepção. Falamos sobre os jogos olímpicos e, obviamente, espero uma participação belga bastante expressiva. E gostaria de agradecer as palavras extremamente fraternas quando o primeiro-ministro me disse que uma parte do coração dele estava no Brasil. Então, agradeço em nome do povo brasileiro essa imensa gentileza. Quero dizer também que agradeço a acolhida muito fraterna, muito gentil por parte do primeiro-ministro e agradeço, também, o fato de que tenhamos podido fazer uma reunião de tão significativa história para os nossos países.
Obrigada.

Postar um comentário

Títulos mais acessados