segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Primeiras 576 unidades do Minha Casa Minha Vida serão entregues em março

O Ginásio Poliesportivo foi palco na tarde do último sábado de encontro para repasse de informações técnicas aos futuros moradores do Programa Minha Casa Minha Vida do Bairro Aeroporto. As informações foram passadas pelo gerente regional de construções da Caixa Econômica Federal, Lucas Ferreiras de Castro, o Secretário de Habitação do Município, Edmar Tavares e participaram também do evento o Prefeito de Juazeiro Manoel Santana e o Presidente do Conselho Municipal de Habitação de Interesse Social, Antonio Gonçalves. O encontro oficializou mais uma etapa para execução do programa, mais especificamente para os moradores dos blocos de apartamentos do Tenente Coelho I e IV com 320 e 256 unidades respectivamente.O gerente de construções, Lucas Ferreira detalhou os critérios do Programa tais como renda familiar de até R$ 1.600,00, a necessidade de os interessados estarem inseridos no CadÚnico do Programa Bolsa Família, morarem em casas localizadas em situação de risco e que as mulheres estejam na condição de chefia familiar; Frisou também os critérios municipais como territorialização, sustentabilidade, famílias com no máximo seis pessoas e efetivamente as que possuem menores rendas. “Todos vocês fizeram os pré-cadastros que foram enviados à Caixa que avaliou criteriosa e tecnicamente todas as exigências inclusive se não haviam pendências, dentro da mais absoluta transparência, agora estão habilitados para a próxima etapa tratando-se da visitação aos imóveis”, explicou o gerente de construção civil. O Secretário de habitação do Município, Edmar Tavares distribuiu com a equipe da SEHAB senhas para que as visitas possam ser efetuadas de forma organizada na segunda, terça e quarta-feiras, 13, 14 e 15, para os moradores do Tenente Coelho 1 e quarta e quinta-feira, 15 e 16, para os moradores do Tenente Coelho IV. “Esse será o primeiro contato oficial dos futuros moradores com suas casas,onde terão oportunidade de ver quatro unidades abertas com serviços básicos como abastecimento de água, energia elétrica, além de irem se identificando uns com os outros na condição de futuros vizinhos”, reforçou Edmar.Uma das muitas perguntas efetuadas pelos presentes foi relativa ao pagamento das unidades. A Caixa tem um sistema especial a partir do aspecto social, completamente diferente dos financiamentos normais de casa própria. O Minha Casa Minha Vida beneficia o cidadão com pagamento mais rápido em 120 meses, ou seja, 10 anos, com parcelas mínimas de R$ 50,00 e máximas de R$ 160,00. “ O aluguel não pode ultrapassar os 10% da renda familiar bruta. Se a renda é de R$ 600,00, por exemplo, a família pagará R$ 60,00. Se por ventura fizer R$ 1.000,00 pagará R$ 100,00 ", explicou Lucas Ferreira.Os presentes foram informados ainda quanto à necessidade de fazer o registro do contrato em cartório. Uma ação conjunta da Caixa Econômica Federal e da Prefeitura possibilitou uma redução significativa no pagamento deste registro. O que deveria ser de R$ 1.800.00 custará para as famílias apenas R$ 400,00. “Após a redução do valor do registro o dono do Cartório Padre Cícero vendo o lado social do programa ainda retirou R$ 50,00 perfazendo o valor final de R$ 400,00 que deve ser pago integralmente, surgindo a necessidade de uma reserva financeira das famílias para esta finalidade”, detalhou o representante da Caixa Econômica. O gerente regional de construção Civil da Caixa Econômica advertiu ainda para o fato de que depois de pago o registro e passadas as chaves do imóvel este não poderá ser comercializado ou terceirizado havendo fiscalização devida da instituição creditícia que financia, dos assistentes sociais do município e do conselho de habitação de interesse social. Caso seja confirmada alguma irregularidade neste sentido a Polícia Federal poderá ser acionada.Foram dirimidas ainda dúvidas quanto à questão do condomínio, uma novidade para os futuros moradores dos blocos de apartamentos. O condomínio é o gerenciamento de serviços de limpeza, manutenção e segurança que será dividido em partes iguais entre os moradores. Os técnicos da Caixa estimam que o valor mensal fique na casa dos R$ 30,00. A previsão de entrega destas primeiras 576 casas das 1.280 do Programa do Bairro Aeroporto está prevista para o dia 24 de março, data do aniversário de nascimento do Padre Cícero. A CAGECE – Companhia de água e Esgotos - só irá receber pelo serviço de abastecimento das famílias a partir do terceiro mês morado.
Postar um comentário

Títulos mais acessados