quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Presidente Lula e a presidente eleita Dilma Rousseff em cerimônia de inauguração de eclusas da hidrelétrica de Tucuruí (PA).


Foto: Ricardo Stuckert/PR

Mais do que uma herança bendita, o pacote de grandes obras que o governo Lula está deixando para a presidente eleita Dilma Rousseff a partir de janeiro de 2011 é símbolo da continuidade de um projeto político que está mudando a lógica de governo no País, afirmou o presidente em evento realizado no final da tarde desta terça-feira (30/11) em Tucuruí, no Pará. Projetos como o das três maiores hidrelétricas do mundo (Jirau, Santo Antônio e Belo Monte) ou das três maiores ferrovias do mundo (Transnordestina 1.700 km, Norte-Sul 1.500 km e Oeste-Leste 1.500 km) ou ainda os mais de US$ 200 bilhões que a Petrobras investirá no Pré-sal nos próximos anos contaram com participação efetiva da presidente eleita, lembrou Lula, o que o deixa convicto do sucesso do governo Dilma. “Pela sua competência, pelo seu grau de conhecimento, compromisso, eu não tenho dúvida de que em quatro anos você poderá fazer mais e melhor por este País”, disse ele.

Ouça a íntegra do discurso do presidente:

Um pouco antes de discursar no evento, que marcou a inauguração de eclusas da hidrelétrica de Tucuruí e a contratação de 41 engenheiros, o presidente Lula teve que sair do palco para mastigar um pouco de gelo, devido ao forte calor que fazia no local, mas voltou a tempo de ouvir a presidente eleita Dilma Rousseff fazer a sua primeira participação em um evento público, desde a eleição este ano, quando elogiou o governo Lula, frisando que estava ali não como presidente eleita, mas como uma pessoa que acompanhou de perto o trabalho feito na região. Ela disse que pretende continuar a ‘herança bendita’ para “fazer avançar esse projeto de inclusão social de milhões de brasileiros”. O Brasil, disse Dilma, pode ser do tamanho de nossos sonhos.

E o tamanho dos sonhos é gigantesco, afirmou Lula, enumerando o que Dilma receberá a partir do dia 1º de janeiro para dar continuidade – além das hidrelétricas, ferrovias e investimentos em Pré-sal: renascimento da indústria naval (com dezenas de encomendas de navios-plataformas, petroleiros e sondas), recorde de escolas técnicas e universidades criadas por todo o País e mais de 700 mil jovens estudando em universidades pelo ProUni, entre outras benesses. “O País está em construção e você ajudou muito nisso”, elogiou Lula. “Queremos mudar a lógica deste País. Eu sei que nós – porque você ajudou a fazer – fizemos muito, mas sei que ainda falta muito para fazer.”
Postar um comentário

Títulos mais acessados