quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Luiz Gonzaga Martins falece em Fortaleza

Gazeta de Notícias -
Comunicamos o falecimento de Luís Gonzaga Bezerra Martins (82), hoje, em Fortaleza, por complicações cardíacas. Era a memória viva do Crato. Após 17 horas de entrevista concedidas ao seu sobrinho Ivens Mourão, foram reunidas as histórias pitorescas para o livro Só no Crato, disponibilizado na Internet.

Veio de Crateús para esta cidade em julho de 1937 quando o pai, Luiz Martins de Araújo e o sócio Joaquim Bezerra de Farias instalaram uma filial da empresa atacadista de grãos H.P.Machado.

Casou com Margarida Moreira em maio de 1950 e o casal teve três filhas cratenses Nilda Cristina, Roseanna e Sandra e mais seis netos e uma bisneta. No inicio da década de 50 foi proprietário da Sorveteria Glória, na Praça Siqueira Campos, palco de muitas das histórias relatadas no citado livro.

Morou no Rio de Janeiro como gerente de lojas de roupas masculinas, retornando ao Crato em 1963. Constituiu a Imobiliária Santa Marta, responsável por vários loteamentos que possibilitaram o crescimento da cidade.

Nesse período, foi o principal criador e construtor do Clube Grangeiro.

Foi um dos perseguidos pela ditadura militar, sofrendo a humilhação de prisões injustas.

Na década de 80, trabalhou na Construtora Pecal, como administrador das obras dos perímetros irrigados do Vale do São Francisco.

Após aposentado passou a residir em um sítio no Lameiro. Devido às complicações cardíacas, mudou-se para Fortaleza na década de 90.

O seu lema de vida foi, parafraseando Vinicius de Morais, “É Melhor Ser Alegre Que Ser Triste”.


Postar um comentário

Títulos mais acessados