sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Prefeito se reúne com vendedores da preça da Sé para definir espaços de comercialização

Preocupado com a atual situação dos vendedores da Praça da Sé, em face das obras de revitalização iniciadas no espaço, o prefeito do Crato, Samuel Araripe, esteve reunido na manhã de quinta-feira, em seu gabinete, com cerca de 30 comerciantes. A reunião contou com a presença de secretários municipais, no intuito de buscar soluções para que os comerciantes não sejam prejudicados. Parte do pessoal será realocado. Na praça da Sé continuam, até o final das obras, os vendedores de alimentos, que terão espaço apropriado com 16 boxes destinados à comercialização de alimentos, quando o trabalho for concluído.Já os artesãos, que há muitos anos ocupam o espaço da praça para expor e comercializar os seus produtos serão realocados para a RFFSA. De acordo com o Secretário de Meio Ambiente e Serviços Públicos, Nivaldo Soares, a intenção é dedicar o espaço do Centro Cultural do Araripe as artes do município e ao comércio dos artesãos da cidade.Ele afirma que estão sendo priorizados no planejamento principalmente os vendedores mais antigos. Em 2005, a Prefeitura, por meio da Secretaria, realizou um levantamento e cadastramento de todos os vendedores. Eram 33 no local, incluindo em sua maioria pessoas do comércio ambulante e artesãos.A artesã Gláucia Batista afirma que achou a decisão sensata e a idéia será discutida e amadurecida entre os vendedores. Há quem esteja temeroso em perder o seu espaço para comercializar, mas o secretário disse que a idéia é possibilitar praticamente a inserção de todas as pessoas, já incluídas no cadastro. Ele calcula cerca de 40 pessoas, entre ambulantes e vendedores, que se instalaram no espaço. A grande preocupação dos vendedores de artesanato está relacionada ao turismo de romeiros, mais centrado na praça, mas o secretário admite que na RFFSA será muito melhor, principalmente por fortalecer a referência do espaço com as artes.O prefeito,Samuel Araripe, ressaltou a boa recepção do planejamento apresentado pela prefeitura aos vendedores da praça da Sé. O gestor destacou a forma democrática com que foi tratado o assunto, com a aceitação da transferência de parte do comércio da praça para a RFFSA. Além disso, disse que os carrinhos dos vendedores de bombons, picolés e pipocas serão padronizados para a comercialização na área. Essa foi apenas a primeira reunião para se debater o assunto, com a participação geral dos vendedores da praça da Sé. Os próximos encontros serão feitos por segmentos, para que sejam debatidos assuntos específicos a cada categoria.
Postar um comentário

Títulos mais acessados