quinta-feira, 17 de março de 2011

Corrida contra o tempo para resfriar reatores de central nuclear

Gazeta de Notícias - O Japão lutava nesta quinta-feira para tentar resfriar os reatores da central nuclear de Fukushima, mas o pessimismo é cada vez maior ao redor do mundo, o que provoca uma fuga em massa de estrangeiros de Tóquio.
O balanço oficial do terremoto e tsunami, seis dias depois da catástrofe, chegou a 5.178 mortos e 8.606 desaparecidos. Mas apenas na cidade de Ishinomaki, o número de desaparecidos alcança 10.000 pessoas, segundo autoridades locais.
O número de feridos é de 2.285, enquanto mais de 88.000 casas e edifícios foram destruídos, total ou parcialmente.
As autoridades nipônicas também precisam enfrentar a crescente impaciência de 500.000 desabrigados, ante a escassez de água potável e alimentos, apesar da mobilização sem precedentes de 80.000 soldados, policiais e socorristas no devastado nordeste.


LEIA MAIS clicando no título acima
Postar um comentário

Títulos mais acessados