quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Na Terra do Real

I
O que se está a passar politicamente em Juazeiro do Norte, sinceramente, não cabe na cabeça de ninguém minimamente civilizado. Os vereadores pela 2ª vez, desta por 12 votos a favor e 1 contra, a primeira foi em Setembro de 2010, cassaram o mandato do Perfeito Santana Neto, eleito por maioria em 2008, por irregularidades em licitações públicas, como o vice perfeito Roberto Celestino tem as atividades suspensas, o Presidente da Câmara José de Amélia (com colete à prova de balas vestido) assumiu o poder, a Assembleia Popular foi ocupada por apoiantes de Santana, depois desocupada. Hoje, 11 de Janeiro de 2011, o Perfeito regressou a Juazeiro face à anulação pela Justiça da cassação, e é recebido em ombros. Não estaria na altura de algum poder policial investigar e apurar o que se está a passar em Juazeiro do Norte?
Como diz Boris Casoy da Band “-Isto é uma vergonha”

II
Todos os anos chove no Brasil, todos os anos a maioria das cidades brasileiras onde acontece esse fenómeno natural ficam alagadas, todos os anos se afirma que se irá resolver a situação, ou minimizar os efeitos que isso tem na vida das pessoas e bens, todos os anos se vêm as mesmas imagens, quase repetições de anos anteriores, água, lama, mortes, desmoronamentos, lixo e mais lixo doméstico que fica a boiar por todo o lado (tornou se habitual deixar o lixo em qualquer lado, menos ficar com ele em casa), todos os anos as áreas criticas de alagamento aumentam. Aqui para nós, caro leitor, para o ano será igual, a pergunta que faço é, para quando as medidas públicas e pessoais afim de se reverterem de vez estas repetições sempre que começa a chover? A culpa não nasce solteira e de certeza que não poderemos continuar a atribui-la a um El Niño ou a uma El Niña sempre.
Boris Casoy outra vez: “- Uma vergonha”

Repórter Z
Ricardo Pocinho)
Postar um comentário

Títulos mais acessados